quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Menina de 9 anos mata instrutor com tiro acidental em aula no Arizona

Menina fazia aula de tiro quando disparou acidentalmente no professor 

Criança perdeu o controle da arma e puxou o gatilho, atingindo Charles Vacca, de 39 anos, na cabeça

WHITE HILLS, EUA — Uma menina de 9 anos matou na segunda-feira um instrutor de tiro por acidente, enquanto aprendia a disparar uma submetralhadora automática Uzi, no estado americano do Arizona. O acidente aconteceu quando a criança, que tinha sido matriculada no curso pelos pais, perdeu o controle da arma e puxou o gatilho, atingindo Charles Vacca, de 39 anos, na cabeça.
O instrutor chegou a ser transportado de helicóptero para um hospital local, mas morreu durante o traslado. O xerife de condado Mohave divulgou um vídeo do incidente, filmado pelos pais da criança, que não teve a identidade divulgada. As imagens ficam congeladas momentos antes de a garota perder o controle da arma devido à força dos disparos.
A Uzi é uma popular submetralhadora desenvolvida por um militar israelense na década de 40 e é capaz de disparar até 600 projéteis por minuto.
Na cultura de diversas regiões rurais americanas, é comum ensinar crianças a usar armas de fogo. Nem mesmo o massacre na escola de Sandy Hook, em Connecticut, em dezembro de 2012, e outros ataques a tiros, como Columbine, Virginia Tech e Aurora, criaram condições suficientes para aprovar uma legislação que torne o controle de armas mais rigoroso.
Muitos campos de tiro têm regras rigorosas para a instrução de crianças. No caso do Last Stop, em White Hills, não se sabe qual é a idade mínima para participar das aulas.

Video :https://www.youtube.com/watch?v=9VVe6e5JXlk

fonte O GLOBO