quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Jovem que mostrou seios no MotoShow afirma: “Quero ser famosa”

Adriana Dias concedeu entrevista a jornal de Rio Preto, mas não se entregou a polícia
“Eu fiz isso para ficar famosa, quero que meu nome apareça. Meu sonho é ser panicat

A Polícia Civil de Três Lagoas (MS) abriu inquérito para apurar crime de ato obsceno praticado por duas mulheres em um evento de motoqueiros no último final de semana. Uma delas moradora de São José do Rio Preto (SP), ficou só com a parte de baixo do biquíni durante o evento MotoShow e afirma que quer ser famosa.
A garota que aparece seminua em um dos carros de luxo, um Porsche de cor vermelha, disse durante entrevista a um jornal do interior paulista, que faria o ato em mostrar os seios em via pública novamente. A rio-pretense disse que seu objetivo é ficar famosa e confirma sua participação direta nas danças sensuais que fez ao público que estava nas avenidas de Três Lagoas.
“Eu fiz isso para ficar famosa, quero que meu nome apareça. Meu sonho é ser panicat”, destacou.
Ainda segundo o jornal, a mulher confirmou que seria ela que aparece nos vídeos registrados por pessoas que festejavam o evento de moto pelas avenidas de Três Lagoas.
“Era eu mesma nos vídeos, fiz isso, estava me divertindo e se eu quiser e tiver vontade, faço novamente. Não vejo nada de errado em exibir meios seios em espaço público. Engraçado, né? No carnaval todo mundo aparece pelado, de topless e ninguém se sente constrangido. Agora eu não posso fazer topless, por quê?”, questionou.
Se condenada, a jovem que aparece seminua e o motorista do carro importado podem ser condenados em três meses a um ano de reclusão. A mulher por autoria e o homem como co-autoria.
As outras mulheres que também aparecem nuas e seminuas ainda não foram identificadas. O dono do veículo também está sendo procurado para dar explicações à polícia de Mato Grosso do Sul.