segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Dilma é vaiada duas vezes ao acompanhar velório de Eduardo Campos

Presidente participou de despedida a Eduardo Campos em frente ao Palácio do Campo das Flores, no Recife, e acabou vaiada pelas milhares de pessoas que acompanham o velório. Aécio também se despede de Campos

A presidente Dilma Rousseff foi vaiada duas vezes nesta manhã (17/8) enquanto acompanhava o velório do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, em frente ao Palácio do Campo das Flores, no Recife.
 (Ricardo Moraes/Reuters)
A primeira vaia aconteceu na chegada de Dilma ao velório, junto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Parentes de Campos puxaram aplausos e foram seguidos pela multidão que estava no local.

Depois, perto do fim da missa campal de corpo presente por Eduardo Campos, pelo jornalista Carlos Percol e pelo fotógrafo Alexandre Severo, vítimas de acidente aéreo na quarta-feira (13/8), Dilma foi novamente vaiada ao aparecer no telão colocado em frente à sede do governo.

Lula chorou ao chegar na despedida a Eduardo e ao conversar com a viúva Renata Campos. O ex-presidente e Dilma foram embora do Palácio por volta de meio-dia, depois de acompanharem a missa.
O candidato do PSDB à Presidência da República Aécio Neves também acompanhou a missa em homenagem a Eduardo Campos e seu assessores e cumprimentou Dilma, sua adversária nas eleições de outubro. "Renata (viuva de Eduardo) me falou: Aécio, ele (Eduardo) não combinou isso comigo. É isso", contou o tucano. 

Outros chefes de estado e políticos participam da despedida ao ex-governador. O corpo de Eduardo Campos deve ser enterrado por volta de 17h no cemitério de Santo Amaro.

correio brasiliense