quarta-feira, 29 de outubro de 2014

EM TIMON: MAJOR DA PM É ATINGIDO COM UM GOLPE DE TESOURA NA PERNA

Luis é fugitivo de Pedrinhas e foi atingido com tiros na perna
Após cerca de três horas de negociação, a Polícia Militar em Timon conseguiu libertar uma mulher e uma criança de apenas três meses mantidas reféns por Luis Borges Cavalcante (Luizinho) que é fugitivo da Penitenciária de Pedrinhas em São Luís. Ele ele acusado de três homicídios, segundo ele mesmo afirma, sendo um no Maranhão e dois no Piauí. ‘Luizinho’ estava com documentos falsos em nome de João dos Santos lima.
Luis Borges estava à procura de sua ex-mulher e falava que a mesma o havia traído quando estava preso e de um vídeo dela mantendo relações sexuais que chegou ao seu conhecimento. Como ele não encontrou a ex-mulher ele pegou a cunhada e uma criança de apenas três meses como reféns. Ele tentou negociar a libertação das reféns pela ex-mulher o que não foi aceito pelo comandante do 11º Batalhão – Major Medeiros.
Além de querer trocar as reféns pela sua ex-esposa Luis Borges pediu um colete à prova de balas, água e a presença da imprensa, como condições para se entregar. Porém após ser atendido as algumas exigências ele disse que não se entregaria e que só sairia da casa morto, pedindo que a PM atirasse nele. Ele deu a entender que se a PM não atirasse ele poderia matar a cunhada e a criança para forçar a própria morte.
Major Medeiros, comandante do 11º BPM foi ferido com um golpe de tesoura pelo marginal
Major Medeiros, comandante do 11º BPM foi ferido com um golpe de tesoura pelo marginal
Major Medeiros acabou atirando nas pernas do fugitivo, que mesmo ferido tentava se arrastar para onde estavam as reféns, momento que foi impedido pela PM e mesmo caído e com três tiros nas pernas atingiu o comandante com golpe de tesoura na perna direita.
O Major foi atendido na UPA após o corte que sofreu. O bandido foi conduzido pelo Samu até o HUT em Teresina onde fará cirurgia e está sob escolta da PM.

POR: FOLHA DA BARRRA