sábado, 6 de agosto de 2016

Estudante é esfaqueado dentro de Universidade no Maranhão - Ufma

 O estudante Kelvin Rodrigues foi assassinado a facadas dentro do Campus da Universidade Federal do Maranhão, em São Luís, por volta de 22h de sexta-feira (05).
Reprodução
Ufma
                               

Ele participava de um evento na área do Centro de Ciências Humanas (CCH) e, segundo amigos, ele teria saído para se encontrar com uma amiga. Instantes depois receberam a informação que Kelvin, que era estudante de Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BCT), estava esfaqueado dentro de um banheiro no CCH.

“Cara, a gente estava aqui no CCH, participando do evento ‘Porra Loca’. A gente estava tudo bebendo no Bambu, quando o Kelvin disse que iria se encontrar com uma amiga. Pouco tempo depois, recebemos a informação que ele tinha sido esfaqueado no banheiro. Quando chegamos lá, ele ainda estava vivo. Depois de esfaqueado, ainda conseguiu se arrastar tentando, mas terminou morrendo porque o Samu demorou a chegar. Muito triste!”, disseram amigos do estudante em mensagens de áudio divulgada no whatsapp.

O banheiro onde Kelvin foi esfaqueado é localizado na área mais isolada do CCH. Uma jovem teria visto o assassino fugindo, depois de esfaquear o estudante. Segundo o IML, foram desferidas três facadas nas costas de Kelvin.

De acordo com informações divulgadas nas redes sociais, Kelvin seria funcionário do Hospital Aldenora Bello.

Também nas redes sociais o grupo Carcarás-Juventude Conservadora da UFMA divulgou uma nota lamentando a morte do estudante. “É com grande pesar que os Carcarás - Juventude Conservadora da UFMA vem por meio desta nota prestar as condolências à família do jovem que infelizmente foi vítima de um assassinato, provavelmente latrocínio, nesta sexta-feira nas dependências da Universidade Federal do Maranhão. Não viemos apontar dedos em riste à procura de responsáveis, tampouco deixar que um acontecimento tão grave passe em branco. Também cobramos da Universidade uma medida forte e incisiva para aplacar a violência dentro do campus, que infelizmente se tornou rotina”, diz um trecho da nota.


Segundo testemunhas, crime ocorreu durante uma festa na universidade.
Foto: reprodução/Facebook

Fonte: Blog do Gilberto Lima